Pesquisar conteúdo do acervo do Instituto, você pode selecionar mais de uma opção para filtrar a página de resultado:

Categoria Década
















Versus, a revista de Ciências Sociais Aplicadas do Centro de Ciências Jurídicas e Econômicas da UFRJ lançou o artigo Fayga Ostrower, uma vida para a arte, da Profª Maria Luisa Távora, em homenagem aos 90 anos da artista.

Inaugurada em 20 de maio, a exposição se compõe de gravuras dos acervos do Museu de Arte Murilo Mendes e do Instituto Fayga Ostrower.

A exposição é uma reedição do projeto iniciado no SESC de Duque de Caxias e que seguiu para o SESC de Niterói. A exposição traz gravuras dos acervos do SESC Rio de Janeiro e do Instituto Fayga Ostrower e uma releitura da obra da artista feita por seis grafiteiros, em painéis no espaço exterior do SESC de São Gonçalo.

A exposição no SESC Duque de Caxias-RJ se compõe de gravuras dos acervos do SESC Rio de Janeiro e do Instituto Fayga Ostrower.

Com a coordenação de Márcia Patrocínio, foi realizada a exposição Fayga Ostrower / 90 anos de nascimento, no Centro Cultural Visconde de Mauá, Resende, RJ, de 4 de novembro a 1 de dezembro.

Participe das comemorações pelos 90 anos de nascimento de Fayga Ostrower!

Realizado nos dias 24 e 25 de setembro, no Conservatório Brasileiro de Música, Rio de Janeiro em parceria com o Instituto Fayga Ostrower.

As chuvas de 31 de dezembro de 2009 inundaram a casa em Belford Roxo onde está a prensa que Fayga usava para fazer gravuras em metal. Aceitamos sugestões de parceria para colocá-la novamente em uso.

Inauguração: 18 de agosto. A exposição, com curadoria de Maria Luisa Tavora, se compõe de litografias do acervo do Instituto Fayga Ostrower, bem como de fotografias, catálogos e objetos de trabalho da artista.

O Museu Casa da Xilogravura, em Campos do Jordão, comemora os 90 anos de nascimento de Fayga com a exposição Artista da Vez, inaugurada em 25 de janeiro de 2010.

A exposição se compõe de gravuras dos acervos do SESC Rio de Janeiro e do Instituto Fayga Ostrower.

Ao organizar o acervo deixado por Fayga, sua filha Noni achou três pequenas aquarelas com jóias utilizando água-marinha, a pedra predileta da artista, e turmalina. Para a comemoração dos 90 anos de nascimento da artista os desenhos saíram do papel e foram produzidos pelo Atelier Mourão.

O Baukurs Cultural inaugura seu novo espaço em Botafogo, RJ, com a exposição Fayga Ostrower: Sensibilidade e Beleza, como parte do calendário comemorativo dos 90 anos de nascimento da artista.