Instituto Fayga Ostrower

Copyright

Herdeiros Fayga Ostrower

A Sensibilidade do Intelecto, 328 páginas, 140 ilustrações.

Prêmio Literário Jabuti, 1999

Sobre este livro, que ganhou o Prêmio Literário Jabuti, em 1999, Leandro Konder, escritor e filósofo, escreveu: "Neste livro Fayga Ostrower se debruça, com paciência, sobre alguns dos problemas mais complexos e mais importantes da estética. Evita, contudo, qualquer pernosticismo: discorre, em linguagem clara, acessível, sobre a beleza, a interdependência entre razão e sensibilidade, a relação tensa e fecunda entre forma e matéria. Examina com incansável atenção o modo inevitavelmente ativo e seletivo que os seres humanos têm de perceber a realidade, o contexto em que se encontram: antes da percepção, os sujeitos humanos já estão predispostos a interpretar as impressões que lhes chegam de acordo com certas conveniências vitais. A percepção, como ensinam os teóricos da Gestalt, é uma síntese. E não é 'neutra'. Fayga nos convida a refletir sobre o fato de estarmos sempre construindo e reconstruindo imagens globais em nossas mentes, num 'jogo' cujas regras estão constantemente mudando.

Fayga nos adverte que: os momentos em que conseguimos comunicar algo significativo sobre o nosso encontro com a 'beleza essencial' são momentos gloriosos. 'Sentimo-nos vivos, inteiramente vivos, e ainda participando de uma Humanidade Maior'".